a
REGULAMENTO

1. INTRODUÇÃO

1.1. O concurso “Zero-G Portugal – Astronauta por um Dia” é organizado pela Agência Espacial Portuguesa e tem como objetivo divulgar e promover o espaço junto dos mais jovens, proporcionando uma ligação com este sector através da realização de voos parabólicos que simulam um ambiente de microgravidade.

1.2 O presente regulamento estabelece as condições gerais e técnicas que os participantes devem respeitar no concurso “Zero-G Portugal – Astronauta por um Dia”.

1.3. Os finalistas do concurso têm a oportunidade de participar num voo parabólico, promovido pela Agência Espacial Portuguesa – Portugal Space, que terá lugar no dia 3 de setembro de 2023, na Base Aérea nº 11 – BA11 (a confirmar). O voo parabólico é executado pela empresa Novespace e sob a sua responsabilidade.

1.4. Os finalistas serão embaixadores desta iniciativa junto da sua comunidade escolar durante o ano letivo de 2023/24, sendo responsáveis por relatar e divulgar a sua experiência junto desta, contribuindo para cultivar o interesse pelo Espaço.

2. ELEGIBILIDADE

São elegíveis ao concurso todos os alunos que se encontrem a frequentar em Portugal o ensino básico ou secundário, e que respeitem as seguintes condições:

    • Tenham, à data de realização do voo parabólico, idade compreendida entre os 14 e os 18 anos inclusive;
    • Estejam inscritos no ano letivo 2022/2023 até ao 11º ano;
    • Sejam residentes em Portugal Continental ou nos Arquipélagos dos Açores ou Madeira;
    • Sejam, à data de realização do voo parabólico, alunos do ensino básico ou secundário, regular ou profissional, num estabelecimento de ensino público ou privado em Portugal ou frequentem o ensino básico ou secundário em regime de ensino individual/doméstico, como devidamente certificado pelo Ministério da Educação ou organismo regional com tutela da educação.

3. SELEÇÃO DOS PARTICIPANTES

3.1. Os participantes serão submetidos a um processo de seleção, com várias fases de natureza eliminatória, inspirado nos processos de escolha de astronautas.

3.2. As fases do processo de seleção são as seguintes:

1.ª Fase – Inscrição e Apresentação;
2.ª Fase – Perceção e Interpretação do Espaço;
3.ª Fase – Aptidão física;
4.ª Fase – Entrevista;
5.ª Fase – Fase Final.

3.3. A seleção do júri é da inteira responsabilidade da Agência Espacial Portuguesa.

3.4. A seleção final dos candidatos é da inteira responsabilidade do júri.

3.5. Na fase inicial e na entrevista a seleção dos candidatos é feita tendo por base a sua motivação e a proposta para a dinamização do seu mandato enquanto embaixadores do concurso “Zero-G Portugal – Astronauta por um Dia”. Na fase de perceção e interpretação do Espaço e na fase de aptidão física, a seleção dos candidatos é feita de acordo com a avaliação realizada pelas entidades parceiras de cada fase, sendo que atividades a realizar constam, respetivamente, dos Anexos I e II.

3.6. Até à 2ª fase, inclusive, o processo de seleção deve garantir que todos os Distritos e Regiões Autónomas têm, pelo menos, quatro alunos de diferentes faixas etárias (14-15 e 16-18), e desde que haja alunos a participar na iniciativa desse distrito/Região, de modo a assegurar que a iniciativa tem cobertura de todo o território nacional. A partir da 2ª fase, os alunos serão ordenados com base nos resultados das provas ou entrevista.

3.7. Os resultados de cada fase do processo de seleção são comunicados para o email indicado no momento de inscrição na iniciativa, indicando a passagem, ou não, à fase subsequente do processo. A lista final de candidatos selecionados para a realização do voo parabólico é divulgada no sítio da internet www.zerogportugal.pt, sendo organizada por ordem alfabética, com indicação de todos os selecionados e dos participantes em lista de espera.

3.8. As fases do processo de seleção decorrem nos termos seguintes:

3.8.1: 1.ª Fase – Inscrição e Apresentação

A inscrição e apresentação de candidaturas é realizada, em exclusivo, através do sítio da internet www.zerogportugal.pt.

Nesta fase é pedida a seguinte documentação:
i) Formulário de inscrição;
ii) Vídeo de apresentação.

  • Formulário de inscrição:
    Preenchimento de um formulário com os seguintes itens:

a) Nome;
b) Data de Nascimento;
c) Género;
d) Morada;
e) Telefone de contato;
f) Email de contacto;
g) Distrito da escola;
h) Escola frequentada;
i) Ano de escolaridade;
j) Submissão de vídeo de máximo 45 segundos com apresentação do participante e da sua motivação;
k) Formulário de autorização para participar no evento e informação, de acordo com o modelo disponibilizado no Anexo IV;

  • Vídeo de apresentação:
    O vídeo de apresentação deve ter a duração máxima de 45 segundos e referir a principal motivação do concorrente para participar nesta iniciativa. O vídeo será avaliado de acordo com capacidade de síntese, à-vontade à frente da câmara e articulação de ideias; capacidade de responder às questões sobre a motivação de concorrer e atividades a desenvolver enquanto embaixador; clareza de ideias, atividades propostas; criatividade na realização do vídeo. O vídeo de apresentação, em que o candidato terá de surgir, deve ser gravado na horizontal. Vídeos com mais de 45 segundos são elemento eliminatório da primeira fase.

A Agência Espacial Portuguesa, por si ou em conjunto com outro parceiro a designar, faz a avaliação dos vídeos recebidos e seleciona até 250 estudantes para a fase 2.

    3.8.2: 2.ª Fase – Perceção e Interpretação do Espaço

    A descrição completa da fase de perceção e interpretação do Espaço consta do Anexo I ao presente Regulamento do qual faz integrante.

    Serão selecionados até 125 estudantes para a fase 3 do procedimento de seleção.

    3.8.3: 3.ª Fase – Aptidão física

    A descrição completa da fase de aptidão física consta do Anexo II ao presente Regulamento do qual faz integrante.

    Serão selecionados até 60 estudantes para a fase 4 do procedimento de seleção.

    3.8.4: 4.ª Fase – Entrevista
    Os participantes serão submetidos a uma entrevista com o júri, por videoconferência (online), com duração entre 10 a 30 minutos.

    3.8.5: 5.ª Fase – Fase Final
    Após a entrevista, o júri prepara uma lista ordenada dos candidatos, sendo os 30 primeiros elementos os selecionados para participarem no voo parabólico, mediante a verificação de todas as condições necessárias. Os restantes elementos podem ser integrados numa lista tendente ao preenchimento de lugares no voo, a preencher se vagar.

    3.8.6: Os alunos selecionados devem completar os exames médicos necessários e exigidos pela Novespace responsável pelo voo, para que sejam considerados aptos a voar. Os exames médicos devem ser realizados no local indicado pela Organização. O Anexo III indica as condições médicas a verificar, os exames médicos necessários e o modelo de formulário a ser preenchido pelo médico responsável.

    3.8.7: A autorização e aprovação final para voar compete à Novespace e é da sua responsabilidade.

    3.8.8: Para participarem no voo parabólico no âmbito do concurso “Zero G Portugal – Astronauta por um Dia”, os alunos selecionados devem, ainda, frequentar, as atividades preparadas pela Organização nos dias que antecedem o voo.

    4. DISPOSIÇÕES FINAIS

    4.1. Os alunos menores de idade devem apresentar uma autorização escrita do(s) titular(es) do poder paternal/legal para se inscreverem no concurso, de acordo com o modelo disponibilizado no Anexo IV. Os alunos menores de idade selecionados para passar à 2.ª fase devem apresentar a autorização escrita, de acordo com o modelo disponibilizado no Anexo IV, com a assinatura certificada dos respetivos titulares do poder paternal/legal. A autorização com a assinatura certificada deve ser entregue até 2 dias antes da data da realização da fase de perceção e interpretação do espaço, sob pena de exclusão do processo de avaliação.

    4.2. A prestação de declarações falsas é motivo de exclusão imediata, independentemente da fase do processo de avaliação em que esteja o candidato aquando da descoberta da inverdade da declaração.

    4.3. Todas as despesas decorrentes de eventuais deslocações aos locais de realização das provas físicas são cobertas pelos concorrentes, responsabilizando-se a organização com os gastos inerentes à alimentação (almoço e lanche), contratação de formadores e aluguer de espaços. Para a realização do voo, a organização porá à disposição dos concorrentes transporte de ida e regresso entre um determinado ponto de partida a comunicar posteriormente e o local do voo, bem como alimentação e alojamento.

    5. CRONOGRAMA

    O cronograma apresenta datas estimadas que podem ser alteradas sem aviso prévio; as datas concretas de cada fase serão as comunicadas aos candidatos e constantes do sítio da internet zerogportugal.pt

    ANEXO I – PERCEÇÃO E INTERPRETAÇÃO DO ESPAÇO

    A divulgar oportunamente.

    ANEXO II – APTIDÃO FÍSICA

    A divulgar oportunamente.

    ANEXO III

    1. Condições médicas a verificar e modelo de autorização médica

    2. Certificado de aptidão médica para voo parabólico

    2.1 Formulário de resumo médico

    Download

    ANEXO IV

    Modelo de autorização e informação*: Download

    FAZ DOWNLOAD DO REGULAMENTO COMPLETO AQUI ( VERSÃO ATUALIZADA )

    error: